Brócolos

Originários da Europa, os brócolos são vegetais da família das couves, Brassicaceae, a mesma que a couve flor, repolho, couve de bruxelas. A sua época é na Primavera e Outuno.

Nutricionalmente:

Introduzir vegetais crucíferos na alimentação, como é o caso dos brócolos, está associado à diminuição do risco de certos tipos cancros através de substâncias da sua constituição que impedem o crescimento das células cancerígenas, de acordo com estudos. No caso dos brócolos, estes possuem uma substância muito estudada neste campo – o 3 indol-carbinol.

Baixo em calorias por dose contém fibra solúvel e insolúvel, muito importante para promover o bom funcionamento do intestino. Rico em micronutrientes como o folato e o  potásso, este último que ajuda a nivelar os valores de pressão arterial. Assim como vitamina C, A, K, e antioxidantes como o betacaroteno, excelentes protetores dos radicais livres a que nos sujeitamos no dia a dia.

É ainda um dos alimentos que contém mais cálcio, tendo por dose (44g) 21 mg de cálcio, mais que o leite até por isso é uma noa opção em casos de ostoporose e de maneira a atingir a dose diária recomendada.

Na compra:

  1. Selecione as peças firmes e de cor verde intenso;
  2. Acondicione bem e mantenha refrigerado durante máximo 3-4 dias;

Dicas:

  1. Poderá ser utilizado além como acompanhamento, em sopas, molhos e saladas;
  2. Prefira cozinhá-los o mínimo tempo possível para assim obtér o máximo de nutrientes e fibra. Basta aquando levantar fervura deixar 5 minutos.
  3. Experimente em puré, como acompanhamento, em vez de batata;

 

Joana R. Lewis

Nutricionista Estagiária

Membro Estagiária da Ordem 2036NE

 

Referências: